Eu, minha esposa e uma travesti delicioso sexo a três

Eu, minha esposa e uma travesti delicioso sexo a três

Olá meu nome é Caio(*), sou casado com Ana (*), uma morena deliciosa de bunda redondinha durinha, tamanho médio, uma delícia. Peitos médios durinho buceta carnudo de grelo grande, deliciosa de chupar. Eu tenho 50 anos e ela 42. Uma delícia de mulher. Adora ser fundida.

Quando casamos a gente metia todo dia, sempre gostamos de variar posições até que um dia durante uma foda eu falei que tinha desejo de ver ela na rola de outro homem pois ela era gostosa demais. Na hora ela não falou nada, mas senti que ficou com mais tesão e eu adorei, nos metemos umas três vezes naquela noite.

Passada uma semana estávamos tomando banho juntos eu comecei elogiar ela e passar a mão nela todinha, falei que ela era demais só pra mim e ela toda alegrinha falou então porque não procuramos um caralhudo pra nós fudermos gostoso nos três?

Na hora falei… é sério? Ela disse sim vc não quer? Claro… falei vamos procurar!

Naquele dia fudemos muito, ela gozou demais sempre falando que estava ansiosa pra fazermos uma suruba e dar pra outro cara. Então comecei a buscar nos sites de sexo, nessa procura inclui também travestis pois era também uma fantasia minha.

Achei uma travesti linda com um corpo maravilhoso e um caralho de fazer inveja. Mostrei pra ela, na hora ela topou, fizemos contato com ela. Seu nome era Rebeca(*), marcamos o dia e encontramos ela no endereço dela e fomos pro motel. Chegando lá ela e minha mulher já estavam se amassando quando ela tirou a roupa Ana ficou maluca com o pau da Rebeca, já ficou nua também e já botou o pau da Rebeca na boca fazendo um boquete de dar inveja.

De repente viraram num 69 e Rebeca sabia como chupar uma buceta carnuda e grelada, minha mulher com a boca cheia de rola gemia e gozava feito louca eu já pelado assistia e me masturbava até que pararam o 69 e minha mulher me chamou pra farra e me fez um boquete delicioso enquanto Rebeca lambia o cuzinho dela e socando o dedo na buceta.

Não demorou Ana gozou de novo e eu vendo ela gozar gozei na boca dela, paramos um pouco Ana não tirava a mão do pau da Rebeca punhetando e chupando ele.

Logo ela ficou de quatro e Rebeca meteu aquele cacete de 18 cm na buceta da Ana, ela vibrava e pedia pra Rebeca meter com força pois queria ser fundida no capricho. Depois de uns 15 minutos Rebeca falou pra eu comer o cu dela enquanto ela metia na buceta da Ana eu só estava esperando por isso ela metendo na Ana e eu metendo nela que delícia, ficamos ali nessa suruba até gozarmos feito loucos e aí caímos extenuados na cama.

Dormimos por meia hora tomamos um banho de banheira os três. Foi uma putaria… Ana me chupando e eu fiz uma coisa que nunca tinha feito chupar um cacete, mas estava tão boa a farra que botei aquela rola na boca e chupei gostoso até Rebeca gozar na minha boca e eu gozar na boca da Ana. Cara é muito bom!

Voltamos pra cama minha mulher fala porque não deixa a Rebeca comer teu cuzinho enquanto vc come o meu, não deu outra Rebeca meteu a língua no meu cuzinho virgem, até aquele momento aquilo me deu um tesão enorme.

Rebeca foi metendo aquele mastro no meu cu no começo doeu pra caralho mas ela foi carinhosa, me beijava nas costas, me alisava a bunda até que meteu tudo até o talo e ficou quietinha lá dentro, depois iniciou vai vem delicioso, nisso Ana chupava meu pau até ficar duro pois enquanto eu era enrabado deliciosamente meu pau tava mole. Quando ficou duro Ana colocou ele na entrada do seu cu e foi fazendo entrar aí foi um vai vem gostoso tomando uma rola no cu e metendo. Minha rola no cu da Ana foi uma foda memorável, quando terminamos estávamos morto mas satisfeitos pela suruba que fizemos.

Tomamos mais um banho e fomos embora, ficamos viciados num travesti, passei uma semana lembrando do pau da Rebeca pois meu cu ficou doendo uma semana, mais foi muito bom. Tem mais outra fodas fantásticas mas fica pra outra vez.

(*) Nome fictício para preservar a identidade.